Alunos de natação aprovam aulas da Cidade do Saber

O pequeno Henrique Sollram, 10 anos, sempre gostou de natação. Foi na Cidade do Saber, que o garoto conseguiu, este ano, começar a praticar a modalidade. É o que conta Roberta Lima, mãe do menino. “Quando mais jovem, eu também já fiz natação. Agora é a vez dele, que, sozinho, expressou a vontade de fazer as aulas. Estou adorando e ele também está empolgado”, disse a encarregada administrativa.

Quem também tem aprovado as aulas aquáticas da instituição é a vigilante Pricila Coutinho, mãe de três alunos de natação: Murilo, 14 anos, Nicolas, 12 anos, e Morena Elisa, 10 anos. “Eles começaram este ano e já têm se desenvolvido bastante. Tenho gostado do resultado e de como tem acontecido as aulas”, destacou. Murilo conta o motivo de ter se interessado pela modalidade. “Pra não me afogar”, resumiu.

O coordenador-geral da Cidade do Saber, Márcio Menezes, explicou que a piscina passa por manutenção preventiva de forma diária. “São observados fatores como o cloro, alcalinidade e o ph da água, tendo como parâmetro as normas da ABNT. Às sextas, findada a última aula, é feita a manutenção geral, onde é reforçada a limpeza”, destacou.

Além dos esportes aquáticos, natação e hidroginástica, a Cidade do Saber oferta ao todo, 36 cursos culturais e esportivos, contemplando cerca de 1.700 alunos. O equipamento ainda abriga outros espaços, como a Brinquedoteca, a Biblioteca e o Memorial Jorge Amado, totalizando, aproximadamente, 4 mil atendimentos por mês, em média.

A instituição é gerida pela Secretaria da Cultura (Secult), sendo as atividades esportivas promovidas através da Secretaria do Esporte, Lazer e Juventude (Sejuv).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *